25 agosto, 2010

Chico Buarque fala sobre racismo

4 comentários:

Mirze Souza disse...

Taninha!

Acho que você sabia que eu seria a primeira a comentar. Minha admiração pelo Chico Buarque, é por sua inteligência e maneira de ver as diversas formas de situações existentes em nosso país.

Uma delas, o racismo, que no caso ele apenas aborda a miscigenação, o racismo contra o negro e o índio.
Talvez pelo tempo e rumo dado à entrevista, ele não se referiu ao racismo contra a mulher e aos pobres e menos privilegiados.

Concordo em gênero, número e grau com tudo que ele diz, até porque tive um cunhado negro, que não conseguia alugar um apartamento, apesar de ter uma patente alta no Exército.

É um absurdo tão grande isto, num país como o nosso, onde a origem negra e indígena está clara até na literatura e na própria História do país, que faz-se rizível.

Adorei a entrevista, dentro dela a genialidade.

Parabéns pela escolha para ilustrar o tema!

Beijos

Mirze

Taninha Nascimento disse...

Oi, querida!

Eu sabia!! rss..

Que bom que veio. Obrigada!

Estou tentando construir umas pontes sobre sobre o tema e,seu comentário, é bastante enriquecedor.

Beijo e abraço.

Taninha

cristinasiqueira disse...

Que triste!!
Que lúcido!
É sentir na pele.

É Chico falando.

Relevante post.
Apareça,postei SONHOS em
www.cristinasiqueira.blogspot.com

Obrigada,

Cris

Taninha Nascimento disse...

Obrigada pelo comentário Cristina.
Aparecerei com prazer!
Bj grande!
Taninha