14 dezembro, 2008

"Blogs e podcasts morreram ou , morrerão, mesmo?"

Olá, amigos.
Lendo esta matéria, achei interessante repassar.
Sei que alguns querem somente "agredir" ; mas, sei lá... Às vezes parece que outros morrem de saudade da ditadura.
Passemos a ela:





Publicado em: 05/12/2008 14:48
"Blogs e podcasts morreram", afirma o jornalista Diogo Mainardi

Por Eduardo Neco/Redação Portal IMPRENSA




Em seu podcast semanal no site da Veja Online, o jornalista Diogo Mainardi declarou a morte de blogs e podcasts. "Os blogs morreram. Os podcasts morreram. É melhor fechar a braguilha e fugir envergonhado desse ambiente escatológico, degradante", diz parte do podcast "Os blogs e podcasts morreram".
O raciocínio de Mainardi foi inspirado por texto publicado pelo colunista Ivan Lessa, na BBC. "Acabou aquela história de escrever palavrão nas paredes dos mictórios públicos. Blogueia-se, ao invés", escreveu Lessa.

Continuem lendo a matéria em : http://portalimprensa.uol.com.br/portal/ultimas_noticias/2008/12/05/imprensa24639.shtml

Não deixem de ler:

http://veja.abril.com.br/idade/podcasts/mainardi/integra_031208.html

E, também: http://www.bbc.co.uk/portuguese/reporterbbc/story/2008/12/081201_ivanlessa_tp.shtml

12 comentários:

WELLINGTON GUIMARÃES disse...

O DIOGO É FANTÁSTICO, ADORO ELE. QUER CONHECER QUEM É ELE, O VERDADEIRO DIOGO, VÁ AO GOOGLE E DIGITE: "MEU PEQUENO BÚLGARO", É DE CHORAR. O FILHINHO DELE TEM PARALISIA CEREBRAL, QUANDO O PEQUENO NASCEU ELE FEZ UM TEXTO DE ARREPIAR. AQUELE SIM É O MAINARDI.
UQANTO AOS BLOGS, ACHO QUE ELE SE REFERE A ESSA TURMA DO PT, QUE FEZ BLOGS BADALADÍSSIMOS PARA DEFENDER LULA, COM NOSSO DINHEIRO, CLARO.
DIOGO É AMADO POR MIM, PORQUE AMA O FILHINHO DELE, COM UM AMOR QUE SÓ UM GRANDE HOMEM PODE TER, O FILHO DELE É DOENTE PARA O MUNDO, PARA ELE NÃO.
QUANTO AS BOBAGENS QUE ELE DIZ, RELEVE, ELE É BONITO, INTELIGENTE, MUITAS VEZES TEM RAZÃO. DENTRE AS BOBAGENS DELE, CREIO QUE A MAIOR FOI DIZER QUE BRASILEIRO SE ENVERGONHAVA DE MILTON NASCIMENTO. MILTON NASCIMENTO, SERIA A GLÓRIA MUSICAL DE QUALQUER PAÍS DO MUNDO. COM UMA VOZ, UMA MUSICALIDADE E UM CARISMA PESSOAL QUE SÓ O MAINARDI, O FALSO MAINARDI, PODE CRITICAR. O VERDADEIRO MAINARDI ADORA O BRASIL, E É DOIDO PARA SER AMIGO DE CAETANO, ELE MESMO JÁ DISSE ISSO, COMO CAETANO NÃO LHE DÁ MUITA TRELA , ELE FUSTIGA O MILTON, PARA VER SE CAETANO SAI DA TOCA.
O CARA QUE ESCREVE UM ARTIGO COMO AQUELE NÃO PODE SER MAL.
DIOGO MAINARDI É BOM.

Marcelo Novaes disse...

Tania,


O Ivan Lessa é irônico, falando que vai fazer um blog com todos os clichês dos maus blogs ( e seu nome é Legião...), ironizando uma porcentagem de blogs que são como desenhos em cadernos de infância. Não "rabiscos em mictórios". Isso é o exagero retórico de Ivan lessa, primo do estilo Mainardi de redigir. Há blogs em profusão e sem identidade ( com alguém assinando, claro ), repetindo slogans. é um direito que haja ( como os slogans-scraps de um Orkut: servem pra todos e pra ninguém...). De qualquer maneira, tais jornalistas não lêem blogs temáticos. O de Jorge Pontual da dicas de Nova York ( cidade onde ele vive ), inclusive gastronômicas, e faz belas traduções de Baudelaire ( o prório Jorge Pontual traduz ). É um blog temático, com áreas e focos de interesse. Mainardi e Ivan Lessa não comparecem a blogs assim. Não t~em vontade e / ou tempo. Estão se defendendo de um "para-jornalismo" ( um jornalismo à margem do "oficial", que eles ocupam). E, também, falando desses blogs sem identidade. Não há um montante enorme desses?! Claro que há. Ivan e Diogo não tiveram a paciência e competência de peneirar. Quem está no establishment não costuma "ter tempo" ( nem disposição). É a regra. Falam verdades que se aplicam a uma grande proporção de blogs. E ignoram uma ampla faixa de blogs distintos dessa faixa. Comportam-se, igualmente, como estereótipos contrapostos ( reversos, clássicos ) aos estereótipos que condenam. São face e contraface da mesma moeda. Selecionam o grupo amostral, e com isso reforçam uma tese fácil de defender, dado o grupo amostral que pegaram. E têm sua dose de razão, uma vez que esse grupo amostral é "clássico". beleza. tem-se de pegar um grupo "atípico" e "minoritário" para contravalidar ( ou invalidar ) a tese deles. É isso.







Beijos,







Marcelo.

KA disse...

Taninha,

Desculpe, mas recuso a ler qualquer coisa que essa pessoa que se diz jornalista, Diogo, escreve. Ele é contratado por Veja para difamar pessoas, falar mal do governo e criar polêmicas idiotas. Ele recebe dinheiro para isso. Não é jornalista.
E além do mais, Veja, não tem a menor credibilidade. Detesto Veja, idem a esse "jornalista".

Li uma declaração de Mino Carta, que ja foi editor de veja, transcrevo para você:

quarta, 03 de dezembro de 2008 às 20:20
Veja antes e depois

Respondo a Camila Pessoa. A postura de Veja, cuja equipe fundadora dirigi de setembro de 1968 a fevereiro de 1976, foi neste período determinada pela prática do jornalismo correto e, portanto, de oposição à ditadura. Sua redação foi assolada pela censura até março de 1974, quando houve três semanas de livre trânsito, digamos assim, em seguida à posse do ditador Ernesto Geisel. Logo a censura voltou, pois logo mostramos nossa independência. Ou, por outra, não nos deixamos seduzir pela condescendência do regime que se arvorava benevolente. Voltou piorada. Tivemos de organizar um sistema de transporte do material redacional até as dependências da Polícia Federal em São Paulo, de terça-feira a sexta, e no sábado (naquele tempo a revista circulava às segundas) até a residência particular dos censores. A censura abandonou o campo somente depois da minha saída da direção de Veja, ao cabo das pressões do então ministro da Justiça Armando Falcão, que enxergava em mim um inimigo (palavra dele) irredutível. Para minha alegria. Ao contrário do que conta em seu livro Notícias do Planalto aquele que, anos depois, tomaria meu lugar, Mario Sergio Conti, não fui demitido, e sim me demiti, para não receber um único, escasso centavo dos Civita, figuras da pior qualidade. Ao saírem Mino e a censura, a revista bandeou-se para o outro lado, mas manteve certo nível, dirigida por José Roberto Guzzo, secundado por Elio Gaspari. Começou a descambar de vez com a direção de Conti, ao apoiar a candidatura do anti-Lula da vez, Fernando Collor, e hoje atinge um ponto ainda mais baixo. Duvido, porém, que tenha chegado ao fundo do poço. Com o fim da censura, a Abril recebeu um empréstimo de 50 milhões de dólares da Caixa Econômica Federal, dirigida então por Karlos Rischbieter, depois de recebida autorização do próprio Geisel. Rischbieter conta o episódio no seu livro de memórias, recentemente publicado. Explica que o ditador exigiu minha cabeça antes de permitir o empréstimo. Para outra alegria minha.

Taninha Nascimento. disse...

Oi, KA!

Pois é...

A minha proposta ao colocar essa matéria "Blogs e podcasts morreram ou , morrerão, mesmo?", é tão somente questionar sobre a liberdade de expressão a que todos - sem excessão - têm direito.

A Veja é um veículo de informação que deve ser questionado como qualquer outro.
Uma notícia, ou opinião desses caras que têm poder na mídia - seja ela qual for - não pode ser empurrada goela abaixo do leitor sem que este se manifeste.

Como uma sociedade pode se tornar melhor sem o poder da crítica?
Isso está intimamente ligado à Educação de um País.

Creio que a mídia seja fonte preciosa de conhecimento. Por isso postei esse artigo aqui.

Os blogs que permitem comentários são os que mais contribuem para a formação de opinião. Justamente porque há muitos pensamentos que convergem e divergem.

Preciosa a sua colaboração. Obrigada!

Beijos e esteja sempre por aqui.

Taninha

WELLINGTON GUIMARÃES disse...

A VEJA É DE LONGE A MELHOR REVISTA DE INFORMAÇÃO DO BRASIL, O DIOGO SOFRE PROCESSOS QUE SÃO DISPENDIOSOS PARA A REVISTA. A TROCO DE QUE A VEJA MANTERIA UMA CARA COMO MAINARDI, SE SUA FUNÇÃO FOSSE SÓ ESCULHAMBAR?
DIOGO TEM RAZÃO.
AS ACUSASÓES FEITAS AO PT SÃO JUSTAS, O PT INSTAUROU AQUI O MAIOR MECANISMO DE ROUBO DA NOSSA HISTÓRIA.
MAS SE DIOGO ESTÁ ERRADO, FICA A PERGUNTA, PORQUE TODA VEZ QUE O MAINARDI ATACA OS LADRÕES DO PLANALTO, OS LARÁPIOS DIZEM QUE ELE É GOLPISTA, DE DIREITA, ATEU, FEIO, ZOMBAM DO FILHO DELE (MINO CARTA É UM ESCROTO, DISSE QUE MAINARDI SÓ PORDUZIA PARALISIA CEREBRAL.
EIS A FRASE DO MINO:

"Não se aborreça com Diogo Mainardi, afinal o máximo que o cidadão produz com perfeição é paralisia cerebral."

SABE QUE TIPO DE GENTE PENSA ASSIM?
ERROU. QUEM PENSA ASSIM NÃO É GENTE.
O PT SÓ NÃO RESPONDE AS PERGUNTAS DELE. NÃO SERIA MAIS FÁCIL EXPLICAR PORQUE UM BLOGUEIRO RECEBE UM SALÁRIO DE 80 MIL REAIS DO IG, E NUNCA FEZ UMA CRÍTICA AO GOVERNO LULA.

Taninha Nascimento. disse...

Oi, Wellington!

Acho bacana a admiração que você tem pela pessoa de Diogo Mainardi.

Eu, sinceramente , não o conheço enquanto pessoa e pouco o conheço enquanto profissional. Não acompanho o seu trabalho.

Já expliquei o motivo pelo qual postei a reportagem.

Sobre citar - ironicamente e sarcasticamente - o problema de saúde de seu filho, é abominável e cruel.

Beijos, Wellington.
Taninha

WELLINGTON GUIMARÃES disse...

DESCULPE A INSSISTÊNCIA, MAS SE PERMITE DIREI O QUE ACHO QUE FALTOU SER DITO POR MIM.
COMO JORNALISTA E AGITADOR CULTURAL, GOSTO DELE MAS NÃO CHEGO A SER FÃ. COMO PESSOA, O ADMIRO, SOU FÂ PELOS MOTIVOS JÁ DITOS.
QUE BLOGS SÃO UMA EXPRESSÃO DEMOCRÁTICA, NÃO HÁ DÚVIDAS, QUE ELE ERROU, NÃO HÁ DÚVIDAS, E NÃO FOI A PRIMEIRA VEZ. MAS ELE É HUMANO, ERRA, ACERTA, COMO TODO MUNDO. O PROBLEMA É ACHAR QUE PODE HAVER UM ARTICULISTA OU PESSOA QUE SEMPRE ACERTA, OU QUE SEMPRE ERRA. O MAIOR CRÁPULA DO MUNDO ACERTA, O MAIOR RELIGIOSO, ERRA. A QUESTÃO É QUE TENHAMOS OPINIÃO. NÃO PORQUE DIOGO DIZ QUE BLOG NÃO PRESTA, QUE DEIXAREI DE VIR AQUI, NEM PORQUE ELE DIZ QUE MILTON NASCIMENTO ENVERGONHA O BRASIL, DAREI RAZÃO A ELE. MANTENHO MINHA OPINIÃO. MAS QUANDO ELE FAZ DENÚNCIAS SÉRIAS, DEVE SER INVESTIGADAS, SE ERAM LEVIANDADES, PROCESSO NELE. SE ERAM VERDADE PALMAS PARA ELE, CADEIA PARA OS OUTROS.
OBRIGADO E DESCULPE A MESMA LADAÍNHA TRÊS VEZES. BJS
WELLINGTON GUIMARÃES

Taninha Nascimento. disse...

Imagina...

Fique à vontade!

Bjs!!

KA disse...

Taninha,
Adoro você. Adoro os questionamentos que você coloca.

Quero lembrar-lhe que você não perde nada por não conhecer esse pseudo "jornalista", e na minha opnião, é perda de tempo discutir sobre ele. Eu não preciso GRITAR para dizer o que penso dele, pois basta ter um mínimo de senso crítico para entender o que digo. Ele e a revista dele é pura perda de tempo e faz o deleite e o orgasmo de saudosos da ditadura. Eu como acredito na esperança, no amanhã, na educação, enfim, no ser humano, não posso concordar com aquelas besteiras veinculadas semanalmente.

Abraços

Seu blog está lindão: culto, profundo, instigante, questionador e sensível, caracteristicas de uma ótima educadora que você é. E viva Paulo Freire (esse sim, merecer ser reverenciado).

KA disse...

Taninha...
Desculpa, por favor, corrija: "...ele e a revista dele são....."
Grato
Abraços

Daniel Osiecki disse...

É muito fácil falar mal de Diogo Mainardi. Todo mundo (principalmente comunistazinhos que compram camiseta do Che nas Lojas Renner)e estudantes blogueiros, que se consideram aptos a escrever sobre tudo. É sobre isso que Diogo se posiciona contra. E quanto à primeira postagem. "DIogo é doido pra ser amigo do Caetano"? Que negócio é esse? Por que você acha que é obrigação gostar desses nomes da mpb ? Diogo tem coragem suficiente para bater na cara de toda essa raça de bajuladores do governo que se criaram na Tropicália. Um abraço a todos.

Taninha Nascimento. disse...

Oi, Daniel!

Bem-vindo às postagens em meu blog novo.

Um abraço.

Taninha